Concurso, ENEM, OAB, Pós-Graduação

Prometo me amar de janeiro a janeiro!

29/01/2021 Por Equipe de Conteúdos CEISC

Compartilhe

Psicóloga Caroline Maria Nunes

O mês de janeiro é alusivo a campanha Janeiro Branco, criada em prol de uma cultura de saúde mental na sociedade. Essa campanha surge com o intuito das pessoas e instituições refletirem sobre suas atitudes e efetivarem ações (macro e micro) no qual possam acolher o sofrimento psíquico e prevenir o adoecimento emocional. Por isso, o Janeiro Branco visa chamar a atenção da população para a saúde mental, estimulando a elaboração de estratégias que combatem o tabu em torno do assunto, bem como o fortalecimento das políticas públicas já existentes que beneficiam a saúde mental de milhares de pessoas.

Geralmente quando se pensa no tema “Saúde Mental” realiza-se costumeiramente uma associação com doenças mentais, o que não é verdade. Saúde mental, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) é o estado de bem-estar consigo e não necessariamente isso significa a ausência de transtornos mentais, mas a possibilidade de aprender a lidar com as emoções e à forma como se reage às adversidades da vida.

De acordo ainda com dados da OMS, o Brasil é considerado o país mais ansioso da América Latina e nos últimos dez anos, constatou-se o aumento de 18,4% do número de pessoas com depressão no mundo.

E o que isso nos conta? Que ainda é gritante a falta e disseminação sobre assuntos que contemplem a saúde mental nos espaços em que estamos inseridos.

O conteúdo do blog de hoje é para fazer o seguinte questionamento:

O quanto você vem se ocupando de si? Você tem pensado a respeito da sua vida e do quanto investe em sua saúde mental? Você tem conseguido reconhecer as suas emoções e conflitos internos?

 

Janeiro é o mês escolhido da campanha porque estamos falando de um novo ciclo que se inicia. Temos uma tela em branco para pintar este ano da maneira que desejamos. Assim, podemos escrever uma nova história sobre a saúde mental, dessa vez, com menos preconceito e mais amor e respeito por si mesmo.

Saber reconhecer os próprios limites e até onde conseguimos ir sozinhos é muito importante para que se consiga buscar por apoio especializado. E como perceber o momento em que preciso de psicoterapia?

Primeiramente, o momento em que você está sentido que dentro de você existem conflitos latentes que sozinho não está conseguindo identificar/nomear. Costumo afirmar que cada pessoa tem seu próprio tempo, mas não precisa esperar o copo transbordar para buscar por ajuda não é mesmo? A psicoterapia tem como propósito dar lucidez e consciência para os conflitos que TODOS nós, sem exceção, temos na vida. Assim, o processo de se autoconhecer é dar luz para aquilo que ainda está escuro e nebuloso dentro de você.

Por isso, se permita a ter um tempo maior com você mesmo. Se olhe com mais afeto e escolha uma vida com mais sentido. Se priorize e se ame, de janeiro a janeiro. Não se deixe para depois. 💙

    Leave Your Comment Here

    Close Bitnami banner
    Bitnami