Confira os recursos possíveis para o gabarito do concurso do IPE Saúde

O corpo docente do Ceisc revisou o gabarito preliminar da prova do concurso para o IPE Saúde do Rio Grande do Sul, e disponibilizaremos os pareceres de nossos professores. O gabarito preliminar do concurso pode ser acessado aqui.

Língua Portuguesa, questão nº 2

Enunciado da questão:

Assinale a alternativa que NÃO indica uma medida adotada pelo sistema de saúde e pela população a fim de impedir a proliferação do vírus.

A banca considerou a alternativa E, “Garantia da segurança dos profissionais da saúde”, como resposta correta.
No entanto, considera-se adequado reformar o gabarito, anulando a questão.

Razões de recurso:


A questão mobiliza o reconhecimento, por parte do(a) candidato(a), de medidas adotadas para combater a disseminação do vírus, o que está abordado no texto em várias passagens, entre as quais:


1) “Diversas medidas começaram a ser tomadas para monitorar os casos e melhorar a capacidade de atendimento. O dia _ dia do atendimento aos pacientes mudou, e garantir a segurança dos profissionais envolvidos se tornou um desafio.” (l. 18-20)


2) “Desenvolver planos adequados para o enfrentamento do problema se tornou e…encial para a gestão da saúde pública. Fazer com que o sistema tenha a capacidade suficiente para realizar o atendimento de todos depende de um gerenciamento eficiente.” (l. 21-23)


3) “Os sistemas de saúde público e privado precisaram se adequar, remanejar leitos, separar os pacientes com Covid-19 dos demais, dentre outras medidas. Já a população em geral precisou adotar cuidados antes incomuns, como o uso de máscaras, evitar aglomerações e manter o distanciamento.” (l. 25-28)

Observando-se o contexto do texto, fica claro que, nos dois primeiros excertos, o sistema público referenciado engloba todos os mecanismos – púbico e privado – acionados para combater o vírus. No entanto, no terceiro fragmento, a conjunção “e”, em ““Os sistemas de saúde público e privado precisaram se adequar, remanejar leitos, separar os pacientes com Covid-19 dos demais, ressalta que medidas forma tomadas tanto pelo setor público de saúdo quanto pelo setor privado de saúde, indicando, portanto, que OS DOIS SUBSISTEMAS – PÚBLICO E PRIVADO – QUE COMPÕEM O SISTEMA DE SAÚDE TOMARAM MEDIDAS DE ENFRENTAMENTO À COVID.


Nesse sentido, considera-se que a alternativa D, “Reorganização somente do sistema de saúde público”, limita apenas ao setor público de saúde a reorganização, contrariando a informação expressa claramente pelo texto em razão de que:


a) O termo “somente” é expressão que denota restrição de sentido ao termo a que se refere;


b) O uso de “somente” indica que a medida de reorganização do sistema de saúde envolveu APENAS O SETOR PÚBLICO;


c) O termo somente é apontado pelo gramático Evanildo Bechara (2009) como uma expressão denotativa de exclusão, assim como só, apenas, senão, o que indica que não além do setor público outro setor que se reorganizou, o que contraria efetivamente a informação expressa no texto.


Diante dessas observações, de caráter linguístico e semântico, entende-se que a alternativa D pode ser considerada alternativa correta para a questão, pois indica um conteúdo de restrição ao conteúdo do texto, fazendo com que o leitor atento possa considerá-la incorreta.
Assim, visualizam-se duas alternativas que indicam informações não corretas sobre as medidas apontadas para enfrentamento do vírus:


ALTERNATIVA D: Reorganização somente do sistema de saúde público;
ALTERNATIVA E: Garantia da segurança dos profissionais de saúde.


Por tudo isso, entende-se que a questão deve ser anulada, uma vez que a redação da pergunta e a formulação das alternativas D e E indicam haver informações incompatíveis com o conteúdo do texto.
Consideramos oportuno e acertado, portanto, que a banca Fundatec reconheça, desde logo, a necessidade de anulação da referida questão.

Referência: BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira; Lucerna Cortez, 2009.

Legislação, questão nº 47


A questão faz referência ao instituto da REVERSÃO, forma de provimento elencada no artigo 44 da Lei 10.098/1994. O objetivo da questão é identificar a alternativa INCORRETA, porém tanto a letra B (indicada pela banca como gabarito correto) quanto a letra D estão incorretas.


Observe que o artigo 46 da referida lei assim dispõe:

“É vedada a reversão do servidor com mais de 70 (setenta) anos”.

A alternativa D impõe que seria vedada a reversão do servidor com mais de 60 (sessenta) anos, sendo desta forma incorreta. O texto da alternativa em questão foi baseado com versão desatualizada da legislação, eis que essa alteração de 60 para 70 ocorreu em 17 de fevereiro de 2020 com a Lei Complementar 15.450/2020. Portanto, se faz necessária a anulação da questão, ou então, a consideração de ambas alternativas como corretas, sendo o que se requer.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Tags

Posts relacionados

Skip to content