Concurso, Notícias

Concurso MP-RS – Gabarito

18/07/2021 Por Equipe de Conteúdos CEISC

Compartilhe

Gabarito Preliminar divulgado

Na terça-feira, dia 20 de julho de 2021, a banca divulgou o gabarito preliminar do concurso. Para conferir sua pontuação, confira abaixo o gabarito e a prova:

Análise de Recursos

  • Os recursos contra o gabarito preliminar e contra as questões da prova objetiva, aplicada no dia 18/07/2021, deverão ser interpostos por meio do link disponível no endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br, a partir da 0h00 do dia 21/07/2021 até as 23h59min do dia 23/07/2021, observado o horário oficial de Brasília/DF. 
  • O Instituo AOCP comunica que, foi autorizado aos candidatos que ficassem até o final da prova levar o caderno de questões, conforme orientado pelos fiscais de sala ao fazer a leitura das orientações para a realização da prova, assim, para que não haja prejuízo aos candidatos, haverá reabertura do Prazo Recursal após a divulgação da Folha de Resposta da Prova Objetiva de todos os candidatos em data a ser futuramente divulgada.

Recursos - Prova de Técnico

LÍNGUA PORTUGUESA – Questão nº 27 – Prova tipo 2 – Prof. Luana Porto e Marcello Giullian

Enunciado da questão:

A respeito das seguintes expressões destacadas, assinale a alternativa correta.

A) Em “Às vezes, o problema é que não sabemos o que queremos.”, a expressão em destaque é advérbio de frequência.

B) Em “Também surge quando estamos cansados de uma determinada situação […]”, a expressão em destaque é uma conjunção aditiva.

C) Em “Dessa forma, podemos nos matricular em um curso de astronomia […]”, a expressão em destaque funciona como um advérbio de modo.

D) Em “Os velhos sonhos atuam como faróis, não são cartas de navegação, daí a importância de recuperá-los”, a expressão em destaque atua como uma conjunção consecutiva.

E) Em “Talvez este exercício não seja tão atraente quanto imaginar a si mesmo no futuro […]”, a expressão em destaque tem caráter interjetivo.

Razões de recurso:

A questão teve indicada, em gabarito oficial preliminar, como correta a alternativa D. No entanto, a questão merece ter seu gabarito reformado, em razão de que:

a) O termo em destaque, “daí”, não pode atuar como conjunção consecutiva por não atender ao requisito de conjunção consecutiva introduzir oração subordinada consecutiva: o termo inicia uma oração de sentido completo, portanto, coordenada;

b) O termo “daí”, em nenhuma gramática clássica dos estudos gramaticais (Novíssima gramática da língua portuguesa, de Cegalla; Nova gramática do português contemporâneo, de Celso Cunha; é apresentado como conjunção, e, sim, como uma contração da preposição DE com o advérbio AÍ, resultando-se DAÍ;

c) As conjunções consecutivas são as seguintes: Tal, tão, tamanho, tanto (em uma oração, seguida pelo que em outra oração), De maneira que, de forma que, de sorte que, de modo que.

d) O termo “daí”, segundo o gramático Evanildo Bechara, em Moderna gramática portuguesa (2011), pode ser considerado um termo capaz de estabelecer “Enlaces adverbiais em grupos de orações”, que podem ser conclusivas ou causais-explicativas. No contexto da frase “Os velhos sonhos atuam como faróis, não são cartas de navegação, daí a importância de recuperá-los”, a expressão em destaque atua como uma expressão adverbial que assume o valor semântico de conclusão, pois poderia ser substituído por “por isso”.

Por tudo isto, entende-se que a questão não pode ter como resposta a alternativa D.

A resposta aceitável para a questão encontra-se na alternativa B, pois o termo “também” atua com o valor de adição de afirmação ao período anterior, o que está associado à função da conjunção aditiva. Das demais alternativas apresentam indicações equivocadas:

A) Em “Às vezes, o problema é que não sabemos o que queremos.”, a expressão em destaque é advérbio de tempo e não de frequência.

C) Em “Dessa forma, podemos nos matricular em um curso de astronomia […]”, a expressão em destaque funciona como locução conjuntiva coclusiva e não como um advérbio de modo.

E) Em “Talvez este exercício não seja tão atraente quanto imaginar a si mesmo no futuro […]”, a expressão em destaque é um advérbio de dúvida e não tem caráter interjetivo.

Necessário, portanto, que o Instituto AOCP reconheça, desde logo, a necessidade de reforma do gabarito, passando de D para B a alternativa correta.

ADMINISTRAÇÃO – Questão nº 49 – Prova tipo 2 – Prof. Rafael Ravazolo

– Enunciado: “Dentre as necessidades que definem a importância do planejamento, assinale a alternativa que apresenta o tipo de necessidade que se relaciona à sazonalidade”

– Gabarito preliminar: (E) Eventos futuros conhecidos.

– Pedido: anulação, pois a alternativa “(A) Coordenação de eventos e recursos” também é correta.

– Fundamentos a serem usados (reescritos com suas próprias palavras):

No contexto da Administração, a sazonalidade é um evento futuro cíclico e conhecido (conforme expresso na alternativa E). Ao mesmo tempo, é impossível dizer que a coordenação de eventos e de recursos não se relacionam com a sazonalidade, logo, a alternativa A também é correta.

Padrões sazonais são alterações regularmente repetitivas nas demandas, ascendentes ou descendentes, sendo considerados períodos inferiores a um ano. A sazonalidade representa um desafio para muitos gestores de empresas, pois impõe a necessidade de um planejamento cuidadoso de produção estoque etc. (Silva, Fernando Rodrigues. Previsão de demanda e planejamento comercial. Brasil, Editora Senac. São Paulo, 2020.)

Forte variação sazonal torna o planejamento agregado mais importante, pois uma vez decidida a capacidade instalada, é necessário ajustar a capacidade de médio prazo para fazer face à variação previsível de demanda. (Oliveira, Rodrigo J. Planejamento e Controle da Produção. Brasil, Elsevier, 2008.)

Demanda sazonal é aquela na qual o volume de consumo passa por oscilações regulares no decorrer de certo período ou do ano. Exemplo: produtos tais como sorvetes, cervejas, enfeites de Natal, fogos de artifícios e outros. (Pozo, Hamilton. Administração de recursos materiais e patrimoniais: uma abordagem logística. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2010.)

Estoque sazonal é a quantidade determinada previamente para se antecipar a uma demanda maior que é prevista de ocorrer no futuro, fazendo com que a produção ou consumo não sejam prejudicados e tenham uma regularidade. (Dias, Marco Aurélio. Administração de materiais: princípios, conceitos e gestão. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2011.)

INFORMÁTICA – Questão nº 41 – Prova tipo 2 – Prof. Cesar Vianna

Você está diante de uma planilha do MSExcel do Office 365 e necessita realizar uma operação lógica em uma célula qualquer, sendo que, se o valor da célula A2 estiver entre os números inteiros 3 e 8, a célula em que você está operando o cálculo deve retornar VERDADEIRO, caso contrário, ela deve retornar FALSO. Sabendo disso, assinale a alternativa que apresenta corretamente o uso da função do MS-Excel que resolva o cenário aqui apresentado.

(A) =SE(A2>=3 E A2<=8; “VERDADEIRO”; “FALSO”)

(B) =SE(A2>=3 E(SE(A2<=8; “VERDADEIRO”); “FALSO”))

(C) =E(A2>=3;”VERDADEIRO”; E(A2<=8; “FALSO”))

(D) =E(A2; ENTRE (3;8); “VERDADEIRO”; ”FALSO”)

(E) =E(A2>=3;A2<=8)

Justificativa

O enunciado cita o intervalo “entre os números inteiros 3 e 8”. Tal expressão não deixa claro se os números indicados como limite do intervalo estão ou não incluídos, deixando margem para uma interpretação dúbia. Caso avalie-se que o intervalo não inclui os extremos, a comparação deveria ser apenas com os operadores de “>” e “<” ficando a resposta correta:

=E(A2>3;A2<8)

Sendo assim, solicita-se a anulação da questão em razão da falta de clareza do enunciado.

INFORMÁTICA – Questão nº 43 – Prova tipo 2 – Prof. Cesar Vianna

Você está utilizando um arquivo que está armazenado no seu Google Drive. Com base nesse cenário, é correto afirmar que

(A) é necessário, ao anexar o arquivo diretamente do Google drive em um e-mail, conceder permissão ao remetente.

(B) o arquivo pode ser aberto diretamente no office 365 on-line.

(C) é necessário realizar o download do arquivo para dar permissão a um e-mail remetente.

(D) o arquivo não pode ser aberto por outra pessoa sem uma chave de acesso enviada por e-mail.

(E) apenas arquivos em ‘.pdf’ podem ser compartilhados pelo Google Drive.

Justificativa

O gabarito preliminar indica com resposta certa da questão a alternativa:

“é necessário, ao anexar o arquivo diretamente do Google drive em um e-mail, conceder permissão ao remetente.”

Contudo, tal ação não é exigida ao remetente da mensagem. Sendo ele o dono do arquivo armazenado no Google Drive, ele terá acesso imediato ao arquivo sempre que quiser anexar em uma mensagem. Caso utilize o sistema de e-mail do mesmo fabricante, o Gmail, encontrará uma opção específica para anexar arquivos do Google Drive.

A permissão é necessária para o destinatário, em arquivos compartilhados do Google Drive.

A questão apresenta alternativa correta na afirmação:

“o arquivo pode ser aberto diretamente no office 365 on-line”.

Essa operação é respaldada pela documentação do sistema da empresa Google disponível no link abaixo.

https://support.google.com/a/users/answer/9308757?hl=pt-BR

A documentação indica que é possível “trabalhar no Office e sincronizar arquivos com o Drive (usando o Office)”. Mesmo “após mover os arquivos do Office para o Drive, você ainda poderá trabalhar neles no Office e salvar as alterações no Drive”. Para tanto, basta que o usuário “instale o Google Drive para computador no seu computador”.

Pela exposição de argumentos, solicita-se a alteração de gabarito de A para B.

 

INFORMÁTICA – Questão nº 44 – Prova tipo 2 – Prof. Cesar Vianna

Seu gerente lhe pediu para comprar alguns computadores para o seu departamento.

Quando foi lhe passada a especificação dos computadores, veio a informação de que eles deveriam ter CPU “multicore”. Nesse caso, considerando os processadores (CPU) multicore, para comprar os computadores, você deve saber que

(A) um dos núcleos de um processador multicore é relativo à placa de vídeo, pois o computador não fará mais uso dessa placa.

(B) um processador multicore é composto de um único chip com diversos processadores.

(C) multicore significa que a placa mãe contém diversos slots para diferentes núcleos do processador.

(D) um processador multicore é composto de um único processador com diversos chips.

(E) o uso de processadores multicore aumenta o desempenho do computador por meio do aumento da frequência do clock do processador.

Justificativa

O conceito apresentação como gabarito (“um processador multicore é composto de um único chip com diversos processadores”) é mais adequado ao conceito de Multiprocessamento, quando uma arquitetura apresenta vários processadores, compartilhando acesso à memória.

Contudo, o enunciado cita o coneito de “multicore”. Nesse caso, a expressão adequada seria um chip com diversos núcleos, uma vez que não existe a replicação de todos os componentes do processador.

Sendo assim, solicita-se a anulação da questão.

Recursos - Prova de Analista

LÍNGUA PORTUGUESA – Questão nº 53 – Prova tipo 4 – Prof. Luana Porto e Marcello Giullian

Enunciado da questão:

Analise os excertos que seguem (texto III) e assinale a alternativa em que todas as palavras se estruturam por processos de formação distintos.

  1. “[…] a necessidade de encorajar a ajuda recíproca – cada um a cuidar de si próprio, da comunidade e do meio-ambiente natural”.
  2. “[…] INDEPENDENTEMENTE DE SUPERVENIÊNCIA DO ATO FEDERAL EM SENTIDO CONTRÁRIO, sem prejuízo da COMPETÊNCIA geral da UNIÃO […]”.

A) Necessidade, encorajar, união

B) Necessidade, comunidade, independentemente

C) Meio-ambiente, competência, união

D) Ajuda, comunidade, competência.

E) Encorajar, ajuda, independentemente

Razões de recurso:

A questão teve indicada, em gabarito oficial preliminar, como correta a alternativa E. No entanto, a questão merece ter seu gabarito reformado, em razão de que:

a) Quanto à formação, as palavras podem ser primitivas (não derivam de outras) ou derivadas (derivam de outras) e quanto ao radical podem ser simples (apenas um radical) ou compostas (apresentam mais de um radical);

b) Entende-se que os processos distintos, do ponto de vista da classificação proposta pelo gramático Cegalla (2011), são:

Palavras primitivas;

Palavras derivadas;

Palavras simples;

Palavras compostas.

c) A alternativa E apresenta todas as palavras formadas por um mesmo processo, que é a derivação: Encorajar (derivação parassintética), ajuda (derivação regressiva), independentemente (derivação prefixal e sufixal).

d) A questão não solicitou a classificação nominal completa do processo de formação, o que inviabiliza a indicação de que a subclassificação dos processos de derivação seja de fato o que foi questionado para que a resposta certa seja a letra E, que apresenta uma alternativa com palavras cuja formação recebe o mesmo tipo classificatório, o de derivação, e não processo de formação distinto.

Por tudo isto, entende-se que a questão não pode ter como resposta a alternativa E, que contraria o que foi solicitado no enunciado.

A resposta aceitável para a questão encontra-se na alternativa C, cada palavra é formada por um processo distinto:

Meio-ambiente: composição

Competência: derivação

União: palavra primitiva

Necessário, portanto, que o Instituto AOCP reconheça, desde logo, a necessidade de reforma do gabarito, passando de E para C a alternativa correta.

LÍNGUA PORTUGUESA – Questão nº 63 – Prova tipo 4 – Prof. Luana Porto e Marcello Giullian

Enunciado da questão:

Em relação aos textos II e III, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o que se afirma a seguir e assinale a alternativa com a sequência correta.

Razões de recurso:

A questão teve indicada, em gabarito oficial preliminar, como correta a alternativa D. No entanto, considera-se que:

  1. A primeira afirmação não pode ser considerada verdadeira, tal como indica o gabarito da letra D, por induzir o leitor/candidato a erro interpretativo. Veja:

(  ) O texto II constrói, nas duas primeiras estrofes, uma atmosfera de suspense, a qual se desfaz somente na última estrofe, ao expor a degradação humana a que está sujeita parcela considerável da população brasileira.

Entende-se que a atmosfera de suspensa não é construída nas duas primeiras estrofes e sim nas três primeiras estrofes, haja vista que nelas o sujeito-lírico se propõe a abordar a condição do “bicho”, metáfora da miséria da condição humana, sem referir claramente o objeto a que se refere, optando na terceira estrofe por uma indicação marcada pela negação de referentes (não é cão, não é gato, não é rato). Isso indica a permanência da indefinição e a continuidade do suspense:

Vi ontem um bicho

Na imundície do pátio

Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,

Não examinava nem cheirava:

Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,

Não era um gato,

Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era um homem.

     Dessa forma, a redação da primeira afirmação sobre o texto aponta um sentido restritivo da interpretação, marcado como suspense apenas uma parte do poema e não todo o fragmento que alude à não definição de quem é o “bicho”.

Ademais, a primeira afirmação apresentada sobre o texto trata de um processo de constituição de sentido do texto, que é a referência, entendida por Ingedore Koch (2009), como realidade entendida pela forma como são nomeadas as coisas ou os objetos. O objeto temático do poema é o homem, apresentado como um bicho mal cuidado, em situação de vulnerabilidade, em posição inferior a de outros objetos-tema como o cão, o gato e o gato. Logo, ao não ser nem gato nem gato nem gato, como indica a terceira estrofe, o suspense se mantém na terceire estrofe. E o candidato é induzido, pela redação da afirmação, a avaliar a suspensão como indicativa apenas das duas primeiras estrofes, o que exclui, pro óbvio, a terceira.

Por isso, considera-se que a primeira afirmação é FALSA.

2) A segunda afirmação não pode ser considerada falsa, tal como indica o gabarito da letra D. Veja:

(  ) Como tema central, o texto II explora a banalização da fome e das condições sub-humanas em que muitos brasileiros vivem nas ruas, cena comum sobretudo, no cotidiano dos grandes centros urbanos.

Entende-se a afirmação sobre o texto correta, pois o tema da fome como algo comum e banal é abordado pelo poema, mas não é tratado como algo balaizado, pois o sujeito-lírico expressa seu espanto ao anunciar na última estrofe que quem se vale do catar restos de comida no lixão não é o bicho animal e sim o bicho homem, um espanto relevado por “meu Deus”. É certo ainda que a forma como o sujeito-lírico descreve a ação do bicho-homem indica a condição sub-humana em que ele se insere, como fica evidente nas seguintes passagens:

Vi ontem um bicho

Na imundície do pátio

Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,

Não examinava nem cheirava:

Engolia com voracidade.

A falta de condição mínima de vida e a fome urgente de ser tratada expõe a degradação da vida humana em situações comuns nos grandes centros, pois o lixão é, de fato, o lugar de procura de vários objetos, inclusive de comida por aqueles que não a tem. Logo, a afirmação sobre o texto contém uma leitura possível e autorizada pelo poema, sendo, assim, correto o item

Necessário, portanto, que o Instituto AOCP reconheça, desde logo, a necessidade de reforma do gabarito, passado a ser correta a alternativa B em vez da D.

Referência

ROCH Ingedore. Desvendando os sentidos do texto. São Paulo: Cortez, 2009.

LÍNGUA PORTUGUESA – Questão nº 67 – Prova tipo 4 – Prof. Luana Porto e Marcello Giullian

Enunciado da questão:

Assinale a alternativa em que os termos destacados, presentes no texto III, foram acentuados de acordo com a mesma norma gramatical.

Alternativas:

A) Necessidade, encorajar, união

B) Necessidade, comunidade, independentemente

C) Meio-ambiente, competência, união

D) Ajuda, comunidade, competência.

E) Encorajar, ajuda, independentemente

Razões de recurso:

A questão teve indicada, em gabarito oficial preliminar, como correta a alternativa B, que realmente apresenta a mesma norma gramatical para determinar a acentuação gráfica das palavras destacadas:

Políticas – proparoxítona (todas são acentuadas).

Recíprocas – proparoxítona (todas são acentuadas)

No entanto, a alternativa D também apresenta palavras destacadas pela mesma norma:

Impôs – oxítona terminada em OS;

Até – oxítona terminada em É.

Esses dois termos – impôs e até – fazem parte do mesmo grupo de palavras (oxítinas) e se encaixam nesse grupo pelas regras de acentuação. Além disso, a questão não solicita o agrupamento de norma, considerando-se as terminações das palavras no “encaixe” da norma e sim a norma, entendida como grupo de palavras. Além disso, em regra, a abordagem recorrente em provas da própria banca tem sido a cobrança de agrupamento dor norma geral e não por terminações. E isso faz com que tanto a alternativa B quanto a D possam ser consideradas corretas.

Necessário, portanto, que o Instituto AOCP reconheça, desde logo, a necessidade de anulação do gabarito, em virtude da existência de duas alternativas corretas segundo o enunciado.

DIREITO CONSTITUCIONAL – Questão nº 5 – Prova tipo 4 – Prof. Mateus Silveira e Taís Flores

A questão 5 da prova tipo 4 cobrou conhecimento não previsto no conteúdo programático do edital de Direito Constitucional, apresentando uma discussão envolvendo os direitos políticos, previstos na constituição, mas a resposta apontada pela banca examinadora como correta foi a alternativa que exigia o conhecimento da Súmula 6 do TSE. Deste modo, ao mencionar entendimento sumulado do Tribunal Superior Eleitoral, a banca extrapolou o conteúdo de Direito Constitucional previsto no edital, inclusive induzindo os candidatos a erro, pois o conhecimento da súmula era exigível para acertar a questão.

          Na prova de Direito Constitucional é possível cobrança de entendimentos sumulados do tribunal constitucional, ou seja, do STF, mas a cobrança de entendimentos sumulados do Tribunal Superior Eleitoral desborda os limites estabelecidos pela própria banca examinadora no edital, levando à nulidade da questão discutida.

          O limite estabelecido pelo edital, ao elencar expressamente os assuntos que podem ser objeto de questionamento, nada mais é do que aplicação do princípio da legalidade, segundo o qual a Administração Pública só pode fazer o que a lei autoriza. Ainda que se adentre na seara da discricionariedade do examinador ao selecionar os assuntos que, efetivamente, serão objeto de questão, esta liberdade encontra baliza no limite estabelecido, unilateralmente, diga-se de passagem, pelo edital do certame.

          Desta forma, tendo em vista os argumentos acima expendidos, solicita-se a anulação da questão com a atribuição da pontuação correspondente ao recorrente.

INFORMÁTICA – Questão nº 71 – Prova tipo 4 – Prof. Cesar Vianna

Um colega de seu departamento comentou com você que uma planilha do MS-Excel pode ser “embedada”, ou seja, inserida, dentro de um documento do MS-Word. Dessa forma, assinale a alternativa que apresenta corretamente uma característica de uma tabela embedada em um documento do MSWord.

(A) A tabela é copiada por meio das teclas (CTRL+C) do MS-Excel e colada (CTRL+V) no MS-Word.

(B) Há a transformação da tabela do MS-Excel em um objeto de imagem para ser fixada no documento MS-Word.

(C) A tabela do MS-Excel fica gravada em um arquivo separado do “.xlsx” para ser inserida no MS-Word e editável em PDF.

(D) Os valores da tabela do MS-Excel embedada no MS-Word são atualizados automaticamente quando os dados são alterados na mesma tabela no MS-Excel.

(E) Uma tabela embedada em texto é um objeto gráfico totalmente convertido para que se torne um objeto MS-Word, mantendo as características do MS-Excel.

Justificativa

O termo “embedar” é utilizado pela questão com o significado “embutir”. Tal expressão, vem da palavra da língua inglesa “embedded”. Contudo, o “aportuguesamento” utilizado não encontra respaldo nem na língua culta, nem nas publicações técnicas dos softwares Word e Excel, objetos da questão.

Sendo assim, o texto de comando da questão torna-se confuso e prejudica o seu entendimento.

Portanto, solicita-se a anulação da questão.

INFORMÁTICA – Questão nº 76 – Prova tipo 4 – Prof. Cesar Vianna

Uma colega de trabalho lhe enviou, via e-mail, uma planilha MS-Excel versão 365, ‘.xlsx’, com alguns dados que você deve analisar. Entretanto, ao abrir a planilha, você se deparou com a falta das ‘linhas de grade’ da planilha. Para facilitar o seu entendimento e a análise dos dados, você precisa colocar essas linhas de grade. Pressupondo que você queira apresentar as linhas de grade padrão da planilha, assinale a alternativa que proporciona o resultado correto da apresentação dessas linhas.

(A) As linhas de grade são retiradas por meio das teclas de atalho CTRL+X.

(B) Deve-se salvar o arquivo com a extensão ‘.csv’ e abri-lo no MS-Excel.

(C) Acessar a guia Exibir e, no grupo Mostrar/Ocultar, desmarcar a caixa de seleção Linhas de Grade.

(D) Clicar no botão direito do mouse para exibir o submenu, clicar na opção ‘Excluir…’ que apresentará a tela com a opção ‘Retirar Linhas de Grade’.

(E) Ao iniciar o MS-Excel, e antes de abrir o arquivo, acessar a guia Arquivo e, depois, Opções. Em opções, selecionar Inibir Linhas de Grade.

Justificativa

O gabarito preliminar indica como resposta correta a alteranativa “Acessar a guia Exibir e, no grupo Mostrar/Ocultar, desmarcar a caixa de seleção Linhas de Grade.”

Encontramos duas incorreções no texto de resposta:

1 – No Excel 365 o nome do grupo é apenas “Mostrar” e não “Mostrar/Ocultar”;

2 – O enunciado indica a necessidade de “colocar as linhas de grade”, isto é, exibir as marcações. Para tanto, deve-se “marcar” a caixa de seleção e não “desmarcar”.

Sendo assim, e por não existir outra alternativa que contemple o enunciado, solicita-se a anulação da questão.

INFORMÁTICA – Questão nº 78 – Prova tipo 4 – Prof. Cesar Vianna

A partir de um erro dado no seu computador, o programa apresentou na tela a seguinte mensagem: “Foi encontrado um erro no endereço de memória 15AF”. Assim, o endereço dado é um exemplo de um sistema de numeração. Assinale a alternativa que apresenta o nome correto do sistema de numeração apresentado a você na mensagem.

(A) Sistema binário.

(B) Sistema hexadecimal.

(C) Sistema ASCII.

(D) Sistema decimal.

(E) Sistema ASC.

Justificativa

O conteúdo citado na questão trata de “sistemas numéricos” ou “sistemas de numéração”, item não incluído no edital do concurso.

Por esse motivo, solicita-se a anulação da questão.

INFORMÁTICA – Questão nº 79 – Prova tipo 4 – Prof. Cesar Vianna

O formato EPUB se tornou popular desde o surgimento de dispositivos móveis como smartphones e tablets. Tal formato é implementado como um arquivo compactado que consiste em arquivos HTML capazes de transporta o seu conteúdo possuindo imagens e outros arquivos. Sabendo que há um editor capaz de exportar o seu conteúdo no formato EPUB, assinale a alternativa que apresenta corretamente o nome desse editor.

(A) Word da Microsoft.

(B) Reader da Adobe.

(C) Writer do LibreOffice.

(D) Google Docs da Google.

(E) Dropbox Editor da Dropbox.

Justificativa

A questão apresenta duas respostas corretas. Tanto o Writer quanto o Google Docs permitem gerar arquivos EPUB.

Para gerar através do Google Docs basta seguir os passos indicados na publicação abaixo:

https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/noticia/2016/03/google-docs-salva-textos-como-epub-para-ler-no-e-reader-saiba-como.html

Portanto, solicita-se a anulação da questão.

INFORMÁTICA – Questão nº 80 – Prova tipo 4 – Prof. Cesar Vianna

No mundo digital, é muito importante a consciência do uso de software e da navegação na internet para manter a segurança dos computadores e dos dados dos usuários. Nesse sentido, os softwares espiões, ou spyware, podem infectar diferentes tipos de dispositivos e conceder aos cibercriminosos o acesso a informações privadas e confidenciais, como senhas e dados bancários das pessoas. Sabendo disso, assinale a alternativa que apresenta corretamente um spyware.

(A) Vírus.

(B) Adware.

(C) Malware.

(D) Sniffing.

(E) Ransomware.

Justificativa

O enunciado solicita um tipo de spyware.

O gabarito preliminar indicou como resposta a alternativa “Malware”.

Conforme a cartilha do CERT, disponível em cartiha.cert.br, Malwares são “programas desenvolvidos para executar ações danosas e atividades maliciosas em equipamentos, como computadores, modems, switches, roteadores e dispositivos móveis (tablets, celulares, smartphones, etc)”.

Já um Spyware é um tipo de Malware, “projetado para monitorar as atividades de um sistema e enviar as informações coletadas para terceiros”.

Dentre os vários tipos de Spywares a publicação destaca Keylogger, Screenlogger e Adware. Esse último definido como “um tipo de spyware projetado especificamente para apresentar propagandas”.

Portanto, a resposta correta da questão é Adware.

Sendo assim, solicita-se a alteração de gabarito da letra C para a letra B.

DIREITO ADMINISTRATIVO – Questão nº 10 – Prova tipo 4 – Prof. Tatiana Marcello

A questão 10 merece ser anulada por trazer conteúdo não previsto no edital. Trata-se de questão sobre “atos administrativos”, na qual a alternativa A questiona sobre atos vinculados e traz como exemplo a “licença para tratar de assuntos particulares prevista na Lei nº 8.112/1990”, exigindo que o candidato saiba que a referida lei prevê que tal licença é ato discricionário, e não vinculado. Ocorre que tal lei, chamada de Estatuto do Servidor Público Federal não consta no edital; pelo contrário, por se tratar de concurso estadual, consta o Estatuto do Servidor Público Estadual do RS (Lei Complementar nº 10.098/1994). Portanto, muito embora a alternativa A não seja a correta, a menção a tal lei prejudica a análise do candidato, já que, pelo edital, ele não teria como saber sobre detalhes de uma licença da Lei 8.112/90, mormente porque os estatutos não são iguais, trazendo previsões diferentes em muitos dispositivos, não sendo possível exigir que o candidato presuma se tratar de regra parecida ou diversa do Estatuto Estadual.

Portanto, a questão deve ser ANULADA.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL – Questão nº 19 – Prova tipo 4 – Prof. Cristiny Rocha

No caso hipotético há um título executivo judicial transitado em julgado, que possibilitou o início de cumprimento de sentença definitivo, a requerimento do credor, diante do inadimplemento voluntário da parte condenada a pensão indenizatória a menor incapaz. Foi requerida a alternativa incorreta.

O gabarito preliminar consta a alternativa C como incorreta e, consequentemente, como gabarito da questão.

Ocorre que, diante do caso narrado, trata-se de processo em que há interesse de incapaz, demandando a intervenção do Ministério Público, conforme art. 178, II, CPC. Logo, tratando-se de pensão indenizatória, poderá haver requerimento do órgão ministerial a fim de que se realize o cumprimento da decisão. O art.533 do CPC prevê que “caberá ao executado, a requerimento do exequente, constituir capital cuja renda assegure o pagamento do valor mensal da pensão.” Ocorre que, em casos como esse, o MP, atua no interesse do incapaz, podendo realizar todos requerimentos necessários.

Nesse sentido, o art. 179, II do CPC, que assim prevê: “Nos casos de intervenção como fiscal da ordem jurídica, o Ministério Público: […]II – poderá produzir provas, requerer as medidas processuais pertinentes e recorrer.” Inclusive sobre o tema, S. 313 do STJ: “Em ação de indenização, procedente o pedido, é necessária a constituição de capital ou caução fidejussória para a garantia de pagamento da pensão, independentemente da situação financeira do demandado.”

Nesse sentido, sendo necessária a constituição e de acordo com a atuação ministerial, trazemos lição de Cândido Rangel Dinamarco, que indica que

“a figura processual do Ministério Público, neste caso, é a de assistente, aquele que ingressa no processo ad coadjuvandum; por razões que no momento não interessam, o legislador considera o incapaz mais fraco dentro do processo e é preciso que essa fraqueza seja compensada. É por isso que intervém o Ministério Público, para compensar a fraqueza e, portanto, para reforçar a parte. (Cândido Rangel Dinamarco, “Fundamentos do Processo Civil”, n. 187. Ed. Rev. Tribs. 1986, p. 98).”

Diz ainda o ilustre Professor que, sendo assistente do incapaz, cumpre ao órgão do Ministério Público ajudá-lo, de modo a aumentar suas probabilidades de ganho, “podendo, inclusive, recorrer  (op. cit., p. 332)”, além de formular demais pedidos (179, II, CPC), como no caso em apreço, a constituição de capital. 

Desta forma, mesmo que se aceite a dualidade de formas de atuação ministerial no processo civil (como órgão agente e como órgão interveniente, ou, como querem alguns, como “parte” e como “fiscal da lei”), em ambas as hipóteses tem ele a ampla possibilidade de requerer as medidas necessárias, apenas balisado pela defesa do interesse público indisponível que lhe legitimou a própria intervenção.

      Ademais, diga-se que a alternativa D, da prova 4, contém erro. Na segunda parte da assertiva passa-se a uma premissa hipotética de apresentação de recurso contra a sentença: “mesmo que, diante da interposição de apelação, ainda não houvesse transitado em julgado a decisão final de tal recurso”. Ocorre que, o recurso em apreço seria o recurso de apelação, o qual, ao contrário da afirmativa, permite o cumprimento provisório de sentença no caso em apreço: condenação em alimentos (pensão): i) apelação recebida no efeito devolutivo (art. 1.012, §1º, II); e ii) decisão a qual não há recurso com efeito suspensivo e ultrapassou-se o prazo para adimplemento voluntário (art. 520, CPC). Logo, está incorreta a assertiva.

          Portanto, data vênia, se pede a retificação do gabarito para constar a alternativa D da prova 4 como incorreta (gabarito) e/ou anulação da questão.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL – Questão nº 21 – Prova tipo 4 – Prof. Cristiny Rocha

No caso narrado tem-se que Carlos passou a transmitir gratuitamente ao seu pai a propriedade dos seus bens, ao intuito evitar a indenização a Gabriel.

          Foi considerada como correta a alternativa D, como tendo que ser proposta ação judicial, via processo de conhecimento, buscando a anulação do negócio jurídico.

          Ocorre que, data vênia, foi narrada a situação de insolvência enunciado da questão, sendo que a única alternativa trazida pela banca que indicou fraude contra credores foi a alternativa C. Data vênia, ainda que se entenda que a ação Pauliana é ação judicial que segue via de processo de conhecimento, da maneira com que confeccionada a questão dá-se abertura a propositura de qualquer ação judicial, não havendo especificidade quanto a temática narrada. Sobre o meio próprio de combate, assim elucida DONIZETTI:

“A fraude contra credores, que está regulamentada no CC (art. 158 e seguintes), tem como requisitos a diminuição do patrimônio do devedor que configure situação de insolvência (eventus damni) e a intenção do devedor e do adquirente do(s) bem(ns) de causar o dano por meio da fraude (consilium fraudis). Essa modalidade de fraude, que acarreta prejuízo apenas para o credor, é combatida por meio de ação própria (ação pauliana), tendo como consequência a anulabilidade do ato.”

            Data vênia, segue o doutrinador, também fazendo menção quanto aos efeitos da ação, a qual é ponto indispensável para demonstrar que a alternativa C merece ser reconhecida como correta, vejamos:

Uma diferença entre os dois institutos, comumente apontada pela doutrina, com base no direito positivo, refere-se às consequências do reconhecimento do vício sobre o negócio jurídico. Ao passo que a fraude contra credores conduziria à desconstituição do negócio jurídico (arts. 158 a 165 do CC), com a restituição das partes ao statu quo ante, a fraude à execução seria apenas ineficaz em relação ao exequente, mantendo indene o negócio. Entretanto, de acordo com a doutrina e jurisprudência mais atualizadas, nem mesmo essa distinção tem razão de ser. De acordo com esse entendimento, demonstrada a fraude contra o credor, a sentença não anulará a alienação, mas simplesmente reputará ineficaz o ato fraudatório em relação à execução (Donizetti, ElpídioCurso de direito processual civil / Elpídio Donizetti. – 23. ed. – São Paulo: Atlas, 2020. p.943)

          Nesse sentido, inclusive, jurisprudência do STJ: REsp 971.884/PR, Rel. Min. Sidnei Beneti, j. 22.03.2011. Colaciona-se aqui a ementa:

RECURSO ESPECIAL. PROCESSUAL CIVIL. AÇÃO PAULIANA. FRAUDE CONTRA CREDORES. ALEGAÇÃO DE OFENSA AOS ARTS. 165, 458, 515 E 535 DO CPC – INEXISTÊNCIA – CERCEAMENTO DE DEFESA – NULIDADE PROCESSUAL – AUSÊNCIA DE PROVA – NÃO CONFIGURAÇÃO – HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS – EQUIDADE – MATÉRIA DE PROVA – DISSÍDIO JURISPRUDENCIAL – PROVIMENTO PARCIAL.

I. Não há que se falar em ofensa aos artigos 165, 458 e 535 do Código de Processo Civil, uma vez que o posicionamento adotado restou fundamentado em elementos suficientes à resolução da lide. O Tribunal de origem apreciou todas as questões relevantes ao deslinde da controvérsia nos limites do que lhe foi submetido.

II. Não se pode confundir negativa de prestação jurisdicional com tutela jurisdicional desfavorável ao interesse da parte. O Tribunal de origem decidiu corretamente o feito, baseando-se, inclusive, na jurisprudência assente desta Corte sobre a matéria, ressalvando-se apenas o constante do item VI abaixo. Não há que se falar em violação dos artigos 515, §§ 1o e 2o, do Código de Processo Civil.

III. Não há ofensa aos artigos 330, I, e 333, I, do Código de Processo Civil, haja vista que não configura cerceamento de defesa o julgamento da causa, quando o Tribunal de origem considera substancialmente instruído o feito, declarando a existência de provas suficientes para seu convencimento.

IV. Não há nulidade processual, por ausência de produção de prova. A decisão recorrida procedeu à devida análise dos fatos e à sua adequação ao direito. Além disso, rever os fundamentos, que levaram a tal entendimento demandaria reapreciação do conjunto probatório, o que é vedado em recurso especial, a teor da Súmula 7/STJ.

V. No tocante aos artigos 106 e 113 do Código Civil de 1916; e 34 e 70 da Lei Uniforme, os argumentos utilizados para fundamentar a pretensa violação legal somente poderiam ter sua procedência verificada mediante o reexame das provas, não cabendo a esta Corte, a fim de alcançar conclusão diversa da estampada no Acórdão recorrido, reavaliar o conjunto probatório. Incidência da Súmula 7/STJ.

VI. A fraude contra credores, proclamada em ação pauliana, não acarreta a anulação do ato de alienação, mas, sim, a invalidade com relação ao credor vencedor da ação pauliana, e nos limites do débito de devedor para com este.

VII. A fixação de honorários por eqüidade, sendo matéria de prova, não comporta reexame em recurso especial. Precedentes do STJ.

Recurso Especial provido em parte.

Portanto, data vênia, se pede a retificação do gabarito para constar a alternativa C da prova 4 como correta e/ou anulação da questão.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL – Questão nº 24 – Prova tipo 4 – Prof. Cristiny Rocha

Na questão 24, indica o enunciado: “A respeito do mandado de segurança […]”. Importante destacar que não houve menção à literalidade da Lei n.º 12.016/09, que é a lei do mandado de segurança, razão pela qual, havendo a cobrança de jurisprudência, conforme edital do concurso e inclusive as modificações posteriores que ocorressem na legislação, tem-se que não há possibilidade de ser desconsiderado o julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4296, que resultou na declaração, em sessão plenária, da inconstitucionalidade de dispositivos da Lei do Mandado de Segurança (Lei 12.016/2009). Sobre o tema, notícia em 09/06/21 no sítio do STJ: Disponível em<https://portal.stf.jus.br/noticias/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=467335&ori=1>.

Inclusive, no sítio do planalto (<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/lei/l12016.htm>):

Art. 22.  No mandado de segurança coletivo, a sentença fará coisa julgada limitadamente aos membros do grupo ou categoria substituídos pelo impetrante.    (Vide ADIN 4296)

  • 1o O mandado de segurança coletivo não induz litispendência para as ações individuais, mas os efeitos da coisa julgada não beneficiarão o impetrante a título individual se não requerer a desistência de seu mandado de segurança no prazo de 30 (trinta) dias a contar da ciência comprovada da impetração da segurança coletiva. 
  • 2o No mandado de segurança coletivo, a liminar só poderá ser concedida após a audiência do representante judicial da pessoa jurídica de direito público, que deverá se pronunciar no prazo de 72 (setenta e duas) horas.       (Vide ADIN 4296)

 

Dentre os dispositivos inconstitucionais está a exigência de oitiva prévia do representante da pessoa jurídica de direito público como condição para a concessão de liminar em MS coletivo (artigo 22, parágrafo 2º da lei), que foi considerado como gabarito correto pela banca (gabarito b, prova 4).

O ministro Alexandre de Moraes declarou a sua inconstitucionalidade, pois considera que ela restringe o poder geral de cautela do magistrado, razão pela qual a alternativa B da questão 24 também se mostra incorreta, não havendo alternativas corretas na questão. Nesse sentido, se postula a anulação da questão.

Confira a correção e comentários dos nossos professores

Hoje, dia 18 de julho, a partir das 16h, o time de professores do Ceisc estará ao vivo, comentando a prova de Técnico. Acompanhe ao vivo:

Gabarito extraoficial - Prova de Técnico do MP

No dia 18 de julho de 2021 foram aplicadas as provas para o concurso do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul. O gabarito oficial será disponibilizado na próxima semana. Enquanto isso, nossa equipe de professores analisou os cadernos de questões e montamos um gabarito extraoficial para que os alunos possam conferir as questões.

O caderno de questões da prova de Técnico pode ser encontrado AQUI!

O cadernos de questões da prova de Analista pode ser encontrado AQUI.

NOÇÕES DE DIREITO E LEGISLAÇÃO

  • 1. Conforme o Código de Processo Penal, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F)… C
  • 2. Conforme a Constituição Federal, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F)… A
  • 3. Em relação à Lei Orgânica do Ministério Público do Estado… B
  • 4. A respeito da improbidade administrativa, assinale a alternativa correta. A
  • 5. A respeito da Ordem de Serviço nº 06/2015, informe… E
  • 6. Sobre os variados temas de Direito Administrativo… B
  • 7. Analise o seguinte caso hipotético… C
  • 8. Considerando as disposições constitucionais acerca do Ministério Público… D
  • 9. Considerando o Código Civil e a Lei de Introdução às normas do Direito Brasileiro… D
  • 10. No que se refere ao Código Penal, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F)… A
  • 11. Analise o seguinte caso hipotético: José, cidadão, residente… B
  • 12. Considerando as seguintes afirmações acerca do Código de Processo Penal… A
  • 13. Analise o seguinte caso hipotético: Vilma foi presa em flagrante… E
  • 14. Examine as seguintes situações hipotéticas: 1. Jaime, delegado… D
  • 15. Referente ao Código Penal, assinale a alternativa correta. E
  • 16. Assinale a alternativa correta segundo o Código de Processo Civil. E
  • 17. Em relação ao Processo Penal, assinale a alternativa INCORRETA. C
  • 18. No tocante aos Juizados Especiais Criminais (Lei Federal nº 9.099/1995)… D
  • 19. À luz do Código de Processo Civil, assinale a alternativa INCORRETA. B
  • 20. Analise o seguinte caso hipotético: Mário, servidor público em estágio… C

 

LÍNGUA PORTUGUESA

  • 21. Sobre os recursos linguísticos utilizados na estruturação… C
  • 22. Assinale a alternativa em que os verbos em destaque NÃO… D
  • 23. Quais são as figuras de linguagem presentes nos excertos… A
  • 24. Assinale a alternativa em que a colocação do pronome em destaque… E
  • 25. Quanto aos elementos de coesão empregados no texto… C
  • 26. Qual é a relação de sentido estabelecida entre os períodos… B
  • 27. A respeito das seguintes expressões destacadas… B
  • 28. Sobre “que” e “se” nos excertos a seguir… B
  • 29. Em relação à estrutura e à formação de algumas palavras… C
  • 30. Em qual alternativa o termo “que” é um pronome relativo… A
  • 31. Sobre a utilização da vírgula nos seguintes excertos, assinale… D
  • 32. Assinale a alternativa em que a palavra entre parênteses NÃO… E
  • 33. A partir da leitura do texto, é correto afirmar que (A) a dúvida sobre o que se quer… E
  • 34. A partir da leitura do texto, é correto afirmar que (A) ele pertence ao gênero carta… D
  • 35. Assinale a alternativa em que a expressão destacada NÃO é um vocativo. E
  • 36. Assinale a alternativa em que o advérbio em destaque atua como um intensificador. B
  • 37. Qual é a figura de linguagem presente nos excertos… A
  • 38. Sobre o excerto “Achava eu que esta inclinação… C
  • 39. Sobre a utilização dos pronomes de tratamento na redação oficial… B
  • 40. Assinale a alternativa em que todas as propriedades são.. A

 

INFORMÁTICA

  • 41. Você está diante de uma planilha do MS-Excel do Office 365 e necessita… E
  • 42. Um colega de trabalho necessita fixar pastas no Acesso Rápido do Windows 10… B
  • 43. Você está utilizando um arquivo que está armazenado no seu Google Drive… B
  • 44. Seu gerente lhe pediu para comprar alguns computadores… B
  • 45. Assinale a alternativa que apresenta corretamente apenas o nome… C

 

NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO

  • 46. Quais são os conjuntos de habilidades-chave de que… D
  • 47. Em qual categoria de papéis do administrador… C
  • 48. Quais são os níveis de desdobramento existentes… D
  • 49. Dentre as necessidades que definem a importância do planejamento… A
  • 50. Assinale a alternativa que apresenta um conceito de administração de pessoas. A
  • 51. Qual é o sistema de administração de recursos materiais… C
  • 52. No contexto da gestão estratégica, é necessária a montagem… A
  • 53. Assinale a alternativa que apresenta alguns dos aspectos… A
  • 54. No âmbito da ética aplicada, assinale a alternativa que apresenta… E
  • 55. Assinale a alternativa que apresenta as funções básicas da comunicação… B

 

RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO

  • 56. Indique o valor lógico (V ou F) de cada uma das proposições a seguir e assinale a alternativa que apresenta a sequência correta… D
  • 57. O chefe de um dos setores do MP decidiu realizar uma pesquisa de opinião quanto a três qualidades de seus servidores necessárias para o bom atendimento ao público… B
  • 58. Em determinado ano, o mês de setembro terá 4 domingos e 5 sábados… C
  • 59. Bruno, Caio e Felipe foram convidados a participar da venda de uma.. E
  • 60. Quatro funcionários, Adão, Beto César e Davi, não necessariamente nessa ordem.. A

Gabarito extraoficial - Prova de Analista do MP

DIREITO CONSTITUCIONAL

  1. No tocante ao tema administração pública e servidores públicos… E
  2. No que se refere ao conceito e à classificação das constituições… C
  3. No que concerne ao Controle de Constitucionalidade, considere… B
  4. Quanto aos princípios, direitos e garantias fundamentais… E
  5. João, que não é titular de nenhum mandato eletivo…B
  6. Informe se é verdadeiro (V) ou falso (F) o que se afirma a seguir… D

 

DIREITO ADMINISTRATIVO

  1. Em relação aos bens públicos, analise as assertivas e assinale… B
  2. Assinale a alternativa INCORRETA acerca do processo administrativo… E
  3. Sobre o controle da Administração Pública, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F)… A
  4. Assinale a alternativa correta quanto aos atos administrativos. D
  5. Considerando o que dispõe a Lei Federal nº 8.666/1993 acerca… B
  6. Considere o seguinte caso hipotético: João é proprietário de um imóvel rural… C

 

DIREITO CIVIL

  1. Analise o seguinte caso hipotético: Celso e Marta, ambos maiores e capazes… E
  2. Em relação às pessoas jurídicas, assinale a alternativa correta. D
  3. Um dos primeiros assuntos tratados pelo Código Civil Brasileiro… B
  4. Assinale o seguinte caso hipotético: Marina é proprietária de um prédio…E
  5. De acordo com o Código Civil e considerando os assuntos… C
  6. Analise o seguinte caso hipotético: Calpúrnia possuía um patrimônio… C

 

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

  1. Analise o seguinte caso hipotético: Caio foi condenado pelo juízo… D
  2. Em relação às aptidões e à atuação do Ministério Público… E
  3. Carlos ocasionou, por sua culpa exclusiva, acidente de trânsito… C
  4. Analise o seguinte caso hipotético: O Ministério Público ajuizou Ação Civil Pública…B
  5. Quanto aos Recursos no Processo Civil, assinale a alternativa INCORRETA. C
  6. A respeito do mandado de segurança, assinale a alternativa correta. B

 

DIREITO PENAL

  1. Assinale a alternativa correta. (A) Policarpo, quando passava… E
  2. Assinale a alternativa correta. (A) Para o Superior Tribunal de Justiça… A
  3. Assinale a alternativa correta. (A) Dolores, 20 anos de idade… C
  4. Referente às penas e às medidas de segurança, analise as assertivas… A
  5. Assinale a alternativa correta. (A) O crime de associação criminosa… E
  6. Em relação ao delito de peculato, é correto afirmar que… D

 

DIREITO PROCESSUAL PENAL

  1. Em relação às provas no processo penal, analise as assertivas… E
  2. Sobre a competência criminal, assinale a alternativa correta. D
  3. Considere o caso hipotético a seguir: A Procuradoria do Estado do Rio Grande do Sul… A
  4. Sobre as prisões processuais e a liberdade provisória, assinale a alternativa correta. D
  5. Assinale a alternativa correta. (A) A emendatio libelli ocorre… E
  6. O representante do Ministério Público que atua no 21º Juizado… B

 

DIREITO INSTITUCIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

  1. A definição apresentada a seguir é relativa a qual princípio? B
  2. Referente às correições e às normas disciplinares presentes no Estatuto… D
  3. Tendo em vista o Provimento nº 71/2017… A
  4. O servidor Jorge precisa obter licença por motivo de doença… E
  5. Considerando a Lei Orgânica Nacional do Ministério Público… B
  6. Nos moldes da Lei orgânica do Ministério Público do Rio Grande do Sul… C

 

DIREITO AMBIENTAL

  1. Com base no contido na Lei Federal nº 12.305/2010… E
  2. As sanções administrativas e penais das condutas lesivas… B
  3. Os recursos ambientais são protegidos tanto pela Constituição Federal… A
  4. A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, em seu art. 225… D

 

LEGISLAÇÃO ESPECIAL

  1. Sobre a execução penal, assinale a alternativa correta. B
  2. Assinale a alternativa correta. (A) Para o Supremo Tribunal Federal, é possível… B
  3. Sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente, assinale a alternativa correta. E
  4. Analise as assertivas e assinale a alternativa que aponta a(s) correta(s). D

 

LÍNGUA PORTUGUESA

  1. Analise o seguinte excerto (texto III) e assinale o que for correto… D
  2. Examine o período que segue (texto III): “No Brasil… B
  3. Analise os excertos que seguem (texto III) e assinale a alternativa… C
  4. Assinale a alternativa em que o conectivo em destaque… B
  5. Examine o enunciado presente no texto I: “19 milhões… C
  6. Sobre os aspectos sintáticos presentes no texto II… E
  7. Assinale a alternativa cujos termos entre parênteses sejam… D
  8. No fragmento do título do texto III: “O direito à alimentação… A
  9. Analise o excerto que segue (texto III). “A produção de alimentos… B
  10. Observe o fragmento a seguir, extraído do texto III. “Por fim, mesmo que… A
  11. Considerando as seguintes sentenças (textos II e III) e as informações…  C
  12. O texto I faz uso de um recurso intertextual o qual remete à obra “O grito”… C 
  13. Em relação aos textos II e III, informe se é verdadeiro (V) ou falso (F)… B
  14. A função da linguagem predominante no texto III é… C
  15. Observe o excerto que segue, extraído do texto III, e analise as reescritas… B
  16. Leia os excertos que seguem, extraídos do texto III… D
  17. Assinale a alternativa em que os termos destacados, presentes no texto III… B/D*
  18. Analise o enunciado que segue: “- ‘Vossa excelência estás atrasado’… E
  19. Entre as características da Redação Oficial, estão: C
  20. Em se tratando de documentos oficiais, assinale a alternativa…A

 

INFORMÁTICA

  1. Uma colega de seu departamento comentou com você… D
  2. Acessando o Windows Explorer de seu computador, você selecionou… D
  3. Você está sem rede de computador em seu local de trabalho… A
  4. Você necessita transferir um arquivo via internet para um computador… A
  5. Você necessita fazer uma apresentação no MS-Powerpoint… A
  6. Uma colega de trabalho lhe enviou, via e-mail, uma planilha MS-Excel… C
  7. As memórias voláteis são aquelas que permitem leitura e escrita… B
  8. A partir de um erro dado no seu computador, o programa… B
  9. O formato EPUB se tornou popular desde o surgimento de dispositivos…C
  10. No mundo digital, é muito importante a consciência…B

Conheça o Ceisc

E se você ainda não conhece os preparatórios do CEISC para concursos públicos, acesse nosso site e confira! Nossos cursos contam com videoaulas atualizadas, cronograma e planner de estudos, resolução de questões, materiais de apoio e muito mais! 

  • Natany

    Vocês são ótimos! Muito obrigada pelos comentários da prova de técnico dia 18.07, gratidão!!!

  • Vanessa

    No edital estava bem claro, que não poderia de forma alguma trazer o gabarito ou a prova. Que quem levasse seria eliminado do concurso. Eu fiquei até o final e não pude trazer a prova,nem o gabarito. Como vou entrar com recurso se não trouxe o gabarito, não lembro de todas. Esse concurso deveria ser anulado, pois fere com o princípio da isonomia. Beneficiando alguns e outros não. E deveria ser cumprido oque foi publicado no edital. Não quero prejudicar ninguém, mas vinda de uma prova para ingressar no MP . Deveria seguir a legalidade. Falta de respeito com todos nós.

  • Lucas Oliveira

    Com relação ao recurso da questão 71 (informática) da prova tipo 4, o fiz nos seguintes termos.

    -No enunciado foi determinado que se apresentasse corretamente uma característica de uma tabela MS-Excel “embedada” inserida em documento do MS-Word.
    O gabarito preliminar proposto foi (D). Entretanto, analisando o enunciado da questão e as alternativas apresentadas, nota-se que não há alternativa correta, merecendo ser a questão anulada pelos seguintes motivos.
    1. Ao usar a expressão “embedada”, tem-se por prejudicada a análise da questão. Isso porque, conforme o site da Microsoft, acesso em https://support.microsoft.com/pt-br/office/inserir-um-gr%C3%A1fico-de-uma-planilha-do-excel-no-word-0b4d40a5-3544-4dcd-b28f-ba82a9b9f1e1, não existe nenhum termo que possa ser traduzido em “embedada”.
    Nos ensinamentos do próprio suporte da Microsoft – https://support.microsoft.com/pt-br/office/inserir-um-gr%C3%A1fico-de-uma-planilha-do-excel-no-word-0b4d40a5-3544-4dcd-b28f-ba82a9b9f1e1 -, no link ao final da página da web “Vincular ou inserir uma planilha Excel no Word”, é possível vincular ou inserir uma Planilha Excel no Word, porém, conforme expressamente escrito no site, “As principais diferenças entre objetos vinculados e objetos incorporados são onde os dados são armazenados e como você atualiza os dados depois que eles são inseridos no Word documento”.

    (i) Assim, se é um “Objeto LINKED”, “As informações de um objeto vinculado Word são armazenadas no arquivo de origem e podem ser atualizadas se o arquivo de origem for modificado. Use objetos vinculados se o tamanho do arquivo for um fator importante.”.
    (ii) Entretanto, se é um “Objeto EMBEDDED”, “As informações de um Excel que você inseriu no Word NÃO MUDAM SE VOCÊ MODIFICAR O ARQUIVO DE EXCEL DE ORIGEM. DEPOIS DE INCORPORADO, O OBJETO NÃO FAZ MAIS PARTE DO ARQUIVO DE ORIGEM E NÃO REFLETIRÁ AS ALTERAÇÕES FEITAS.”

    2. Se for realizar uma tradução do inglês para a língua portuguesa, “linked” significa ligada, enquanto “embedded” significa embutido (e não “embedada”). Portanto, nenhum dos termos corresponde à tradução “embedada”, e nem mesmo poderia se dizer que “embedded” é o mesmo que “embedada”, uma vez que, conforme se observa nos ensinamentos acima, retirados do site da Microsoft, quando se insere uma planilha/objeto “embedded” do Excel no Word NÃO HÁ MODIFICAÇÃO DAS INFORMAÇÕES DO WORD SE MODIFICÁ-LO NO EXCEL, uma vez que, depois de incorporado, o objeto não faz parte no arquivo de origem e não interferirá nas alterações feitas, o que reforça motivo para anular a questão por ausência de resposta correta.

    3. Conclusão: Portanto, por não haver correspondência entre o termo “embedada” e os termos “LINKED” ou “EMBEDDED” descritos no site Suporte da Microsoft, e que cada um desses termos atua de maneira diferente na inserção de tabelas do Excel no Word, é imprescindível que se reconheça pela anulação da questão.

Leave Your Comment Here

Close Bitnami banner
Bitnami