Exame psicotécnico: entenda para o que serve e como funciona

Por:

Caroline Maria Nunes

Durante a preparação para concursos públicos, muitas pessoas ficam apreensivas com o exame psicotécnico. E hoje, esse conteúdo vem a esclarecer algumas dúvidas e trazer alguns apontamentos importantes para a realização do psicotécnico.

O exame ou teste psicotécnico, é a combinação de instrumentos fidedignos e válidos para compreender se a pessoa está apta a exercer a função que está concorrendo. Esse tipo de exame, é realizado por um psicólogo especializado na área, buscando evidenciar habilidades e características fundamentais que indicarão traços da personalidade do candidato. Esse exame, costuma ser composto por questões que podem explorar o raciocínio lógico, bem como, a subjetividade e emoções do participante, buscando entender como é o seu comportamento diante de uma determinada situação, sua concentração, foco, memória, entre outros aspectos importantes e que irão depender de cada concurso e da especialidade profissional. 

Também é importante ressaltar que não existe uma formula mágica ou alguma preparação técnica para esse momento, justamente porque o psicotécnico possui um caráter e critério de uma ordem sigilosa e que mudam constantemente pelos aplicadores/profissionais que realizarão o exame.

Muitas pessoas se questionam sobre como precisam se preparar psicologicamente para vivenciar essa etapa. E o que é essencial de mencionar, é que o aluno busque por acompanhamento psicológico (se possível) antes de vivenciar essa etapa para aprender a lidar com as suas emoções.

O concurso em si, costuma ser um momento muito intenso, que acaba demandando diversos arranjos e investimentos emocionais do aluno. Por isso, buscar contar com uma rede de apoio para se fortalecer é imprescindível para que você consiga atravessar esse momento de maneira mais tranquila e amena.

Por isso, pensamos em algumas estratégias importantes de serem lembradas frente ao exame psicotécnico:

– Independente do teste a ser realizado, manter a calma é sempre importante antes de começa-lo. Busque se autoconhecer para entender sobre as suas emoções, escolhas e como vem se sentindo neste momento em relação ao concurso.

– Neste exame, não há certo ou errado. O psicotécnico busca fazer um mapeamento das características da pessoa e entender o seu funcionamento psíquico.

– O desconhecimento, o medo, a preocupação excessiva e a ansiedade diante do exame podem ser paralisantes. Por isso, leve com seriedade a sua preparação emocional para esse momento e o cuidado com a sua saúde mental. Evite se cobrar sobre a performance que você deverá ter neste exame e lembre-se de ser você mesmo, verdadeiro com a própria história.

– Busque permanecer atento(a) ao que será avaliado. Diversos candidatos, ao se deparar com o teste psicotécnico, possuem dificuldades em compreender o que o teste irá avaliar e como será avaliado. Dessa forma, se atente a explicação dos aplicadores.

– Não se preocupe com o resultado final do exame. Mesmo que o exame não traga um resultado final que você deseja alcançar, isso não definirá quem você é, sua capacidade e a possibilidade de tentar outras vezes e conseguir.

– Antes de realizar o teste, descanse e ofereça a si mesmo(a) momentos de lazer que poderão trazer uma tranquilidade. Lembre-se que cuidar da sua saúde física e mental é primordial para conseguir atravessar mais essa etapa da sua vida.

Com carinho, psicóloga Caroline Maria Nunes.

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunas Relacionadas

Posts relacionados

Skip to content