Aprenda como otimizar a sua preparação para a prova da OAB com a análise SWOT

Por:

Renata Ribeiro

A preparação para o Exame da Ordem exige, além de conhecimentos específicos sobre os conteúdos cobrados pela banca examinadora, estratégia e organização durante o período de estudos.

Sabemos que a aprovação na OAB representa um projeto de alto impacto, pois é um requisito indispensável para que o profissional do Direito exerça a sua profissão regularmente. Para te auxiliar a definir e seguir métodos ainda mais eficazes, separei algumas dicas importantes sobre como a matriz SWOT pode ajudar a potencializar a sua preparação para a prova da OAB.

1. O quê é análise SWOT?

A análise SWOT, também conhecida como FOFA, é utilizada para analisar circunstâncias e facilitar determinada tomada de decisões. É uma ferramenta comumente utilizada pelas empresas para gestão de projetos. Para estudantes e bacharéis em Direito, a ferramenta consiste um método simples e eficaz, que possibilita uma visão clara para alcançar o objetivo final: a aprovação no Exame da Ordem! É, em síntese, um instrumento estratégico que possibilita o mapeamento das situações que permeiam a trajetória em busca desse sonho tão importante.

Mas… o que significa essa palavra “SWOT” e qual a diferença ela fará na sua preparação para a prova da OAB? Vou explicar. A sigla SWOT é formada pelas iniciais das palavras Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats. Em português, na ordem, Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças. As palavras “Forças” e “Fraquezas” compõe a análise de fatores internos, que corresponde aos pontos positivos e negativos que você possui e tem controle para modificar. Já as palavras “Oportunidades” e “Ameaças” fazem parte da análise de fatores externos, uma análise de circunstâncias que você não pode, necessariamente, controlar, mas já garante a possibilidade de se precaver. Quatro palavras que apontam o foco da sua análise e que resultam em uma matriz 2×2, conhecida como Matriz SWOT, que está dividida em fatores internos/externos e fatores positivos/negativos, conforme a imagem abaixo:

2. Por quê a análise SWOT pode potencializar seus estudos?

O objetivo final, ao fazer a análise antes de iniciar a sua preparação para a OAB, é fazer escolhas mais assertivas para a sua jornada de estudos, de acordo com a sua própria realidade! Ao analisar todos os fatores internos e externos que você possui, com a visualização dos indicadores positivos e negativos, você terá uma visão ampla dos fatores que podem ser determinantes no momento da sua aprovação.

Lembre-se: o sucesso para realizar o seu sonho não está somente em aprovar na 1ª ou na 2ª fase, mas fazer todo o percurso de preparação valer a pena e gerar aprendizados para sua vida pessoal e profissional.

3. Como utilizar a análise SWOT na preparação para a prova da OAB

3.1. Faça um levantamento dos fatores internos:

A resposta que você busca no mundo externo, em alguns momentos, está dentro de você. Eu sei que pode ser desafiador encarar o processo de se questionar, reconhecer suas forças e fraquezas, mas acredite: é totalmente necessário fazer uma autoanálise! São dois passos para conseguir alcançar fazer uma análise completa dos fatores internos:

a) Avalie e anote quais são as suas forças

Certamente, já deve ter acontecido com você de te elogiarem por algo e você ficar surpreso, não é mesmo? Isso acontece porque nem sempre nos permitimos enxergar com clareza os nossos valores e potências. Agora chegou o momento de fazer as pazes com você, caso você ainda tenha barreiras para reconhecer suas forças. O que você já possui de pontos positivos que podem te auxiliar na busca pela aprovação? Seja o mais específico possível e busque deixar a autossabotagem de lado durante essa avaliação! Aqui estão alguns exemplos de forças que você pode ter: determinação, foco, coragem, persistência, paciência, amplo conhecimento/experiência em determinadas áreas do Direito.

A lista pode ser grande, viu? Não tenha medo de reconhecer e assumir as suas experiências e potências.

b) Avalie e anote quais são as suas fraquezas

Quando você se permite entrar em contato com suas limitações e com que você realmente é, sem julgamentos, você se conhece com mais profundidade.

Enxergar e assumir nossas fraquezas não é sinônimo de fracasso, viu? Somente após uma análise aberta e sincera sobre as suas fragilidades você conseguirá traçar planos para se autodesenvolver. A partir dessa aceitação, você pode melhorar e aprender a controlar todas as coisas que estavam, até então, dificultando a sua rotina de estudos. O caminho certo é aquele que faz sentido para você! Elenque situações como: procrastinação, medo da reprovação, ansiedade excessiva que atrapalha os seus estudos, ausência de conhecimento sobre a forma de aprendizado que mais se adapta a sua realidade, dificuldade na absorção dos conteúdos de determinadas matérias cobradas na prova da OAB, entre outras inúmeras circunstâncias.

3.2. Faça um levantamento dos fatores externos:

a) Indique o que pode ser uma oportunidade

A partir da análise das oportunidades, você terá condições de acessar insights que você não havia percebido até o momento, os quais podem fazer toda a diferença no resultado final da sua preparação. Uma oportunidade é comum a todos os examinandos: não ter concorrentes e, por consequência, não existir necessidade de competição ou de ser o melhor. Você só precisa da aprovação, tenha isso em mente! No entanto, é uma vantagem (muito positiva, por sinal!) se o seu estudo puder ser com foco em aprovar na OAB e já utilizar esse mesmo tempo para se preparar para a sua vida profissional. A lista de oportunidades pode ser infindável. Ter um ambiente de estudos organizado, possibilidade de estudar com estratégias definidas, ter mentores para facilitar e tornar seu estudo mais assertivo, ter aproveitado o período de graduação com ensino de qualidade… todas essas situações podem ser anotadas como oportunidades.

b) Indique o que pode ser uma ameaça

Estar atento para as situações externas que podem te ajudar ou atrapalhar também é extremamente importante. Fatores externos não conseguimos controlar diretamente, mas podemos nos preparar, né? Ao refletir sobre as ameaças externas, pense que você deve se antecipar e já adotar medidas para não prejudicar o andamento dos seus estudos.

Algumas situações externas que podem ser uma ameaça para a sua preparação: não ter muito tempo de estudo disponível, o nível de dificuldade da banca examinadora aumentar repentinamente, pressão familiar, falta de acesso a conteúdos atualizados, atrasos para cumprir sua rotina de estudos ou no dia da prova. Inclusive, da mesma criação de “atrasados do Enem”, conhecemos relatos de examinandos que perderam a oportunidade de fazer a prova da OAB por atraso… e, convenhamos, querido(a) futuro(a) colega advogado(a), precisamos aprender desde cedo sobre o nosso comprometimento com prazos!

4. 5 dicas práticas para aplicar a análise SWOT na sua rotina de estudos

  1. Escreva nos campos correspondentes da matriz SWOT a sua lista de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, de forma objetiva e compreensível;
  2. Seja realista com a sua autoavaliação;
  3. Evite listas muito longas. Indique o que é mais relevante dentro dos quatro quadros e escreva em forma de tópicos concisos;
  4. Avalie o que pode ser aplicado e ****organize por ordem de relevância. Priorize aquilo que tem mais impacto para o seu projeto de aprovar na OAB;
  5. Agora, anote a fórmula mágica: transforme a sua análise em AÇÃO! Considere as 4 estratégias para definir o seu planejamento de estudos:
    1. Forças: tudo que você tem de melhor deve ser potencializado;
    2. Fraquezas: identifique meios para corrigir ou controlar;
    3. Oportunidades: aproveite cada uma delas;
    4. Ameaças: busque reduzir ao máximo.

5. Qual o melhor momento para fazer a análise SWOT?

Faça a análise SWOT para iniciar ou retomar os seus estudos para a OAB. Defina a data que você vai realizar o Exame da Ordem e faça o seu planejamento com antecedência.

Dessa forma, você terá uma compreensão mais assertiva sobre a sua preparação e poderá traçar ações estratégicas que impulsionem a sua jornada de estudos. Além disso, você terá mais segurança nas suas escolhas e será mais realista com o seu próprio percurso, respeitando o seu tempo de aprendizado e se aproximando cada dia mais da realização da sua meta, a aprovação na OAB.

Espero que o conteúdo proporcione mais assertividade para que você logo esteja com a Carteira na mão!

Bons estudos e bons ventos sempre!

Renata Ribeiro

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunas Relacionadas

Posts relacionados

Skip to content